CCJ da Câmara suspende debate sobre cláusula de barreira e fim de coligação

Isadora Peron

Brasília

A discussão sobre a admissibilidade da proposta que estabelece uma cláusula de barreira para as legendas que irão disputar as eleições de 2018 e põe fim às coligações proporcionais, que seria feita nesta quarta-feira, 26, foi suspensa porque o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deu início à votação da reforma trabalhista no plenário da Casa.

O presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), afirmou que o debate deverá ser retomado na próxima semana.

Contrário à proposta, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) estava com a palavra e comemorou quando a sessão foi encerrada. "Nunca fiquei tão feliz por ser interrompido", brincou.

O PSOL é um dos partidos que pode ser afetado caso a PEC 282/2016, de autoria do senador Aécio Neves (PSDB-MG), seja aprovada no Congresso e vire lei, já que a proposta estabelece que o partido precisará obter uma votação nacional mínima nas eleições gerais para continuar funcionando normalmente e ter direito aos recursos do fundo partidário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos