Defesa de senador Edison Lobão alega que novo inquérito carece de investigação

Isabela Bonfim

Brasília

O advogado do senador Edison Lobão (PMDB-MA), Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, afirmou que novo inquérito aberto contra o parlamentar é fruto de falta de investigação.

"A abertura desse inquérito, sem nenhum indício, sem nenhum fiapo de seriedade nessa afirmação do procurador-geral Janot de que o senador Lobão pode ser sócio oculto dessa empresa, é fruto desse momento punitivo que estamos passando agora", disse.

Kakay esclarece que um dos advogados eleitorais de Lobão tem relação com a holding Diamond Mountain Group, mas que não houve qualquer investigação para verificar que o senador não está relacionado ao grupo.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de um novo inquérito contra o senador Edison Lobão (PMDB-MA) e a quebra do sigilo bancário do parlamentar depois que a Procuradoria-Geral da República (PGR) apontou indícios da participação do peemedebista em crimes contra o sistema financeiro, lavagem dinheiro e tráfico de influência.

"O ministro Barroso determinou a abertura porque a regra é, quando o Ministério Público pede, é determinada a abertura", afirmou o advogado. Kakay afirmou ainda que não há qualquer preocupação quanto ao inquérito e que a defesa fará o enfrentamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos