PUBLICIDADE
Topo

Prezunic e Itaipava contestam ex-assessor e negam irregularidades

São Paulo

10/07/2017 17h58

Os grupos Cencosud e Petrópolis divulgaram notas na tarde desta segunda-feira, 10, para rebater o depoimento do agente fazendário Ary Ferreira da Costa Filho, que foi assessor do ex-governador do Rio Sérgio Cabral. Em interrogatório à Justiça, Costa Filho disse que esteve na sede do supermercado Prezunic e da cervejaria Itaipava para acompanhar o recolhimento de mais de R$ 5 milhões em espécie de cada uma das empresas, em pagamentos de caixa 2.

Em nota, o grupo Cencosud - que detém a marca Prezunic desde 2012, quando assumiu a operação da rede de supermercados no Rio de Janeiro - afirmou que "desconhece qualquer pagamento feito de forma irregular e está à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento adicional que se faça necessário".

O Grupo Petrópolis - que detém a Cervejaria Itaipava - manifestou também em nota que todas as doações seguiram estritamente a legislação eleitoral e estão devidamente registradas.