Doria diz que Bruno Covas não perderá poder com mudança de cargo

Roberta Pennafort

Rio

  • CHARLES SHOLL/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDO

    O prefeito de São Paulo, João Doria, e o vice-prefeito Bruno Covas

    O prefeito de São Paulo, João Doria, e o vice-prefeito Bruno Covas

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta terça-feira, 31, que a troca de posto do vice-prefeito e até então secretário das Prefeituras Regionais, Bruno Covas, não fará com que ele perca poder. Seu novo cargo, na Secretaria de Governo, focado na articulação política, será divulgado oficialmente na quarta-feira, 1º, às 10h, disse Doria.

A pasta é responsável pela zeladoria de São Paulo, que vem sendo criticada pela situação das ruas. A relação de Doria e Covas estaria arranhada por conta do mau desempenho do órgão. Na semana passada, ele demitiu o secretário-adjunto das Regionais, Fabio Lepique, ligado a Covas. Doria elogiou bastante o vice-prefeito.

"O Bruno Covas está prestigiadíssimo", disse a jornalistas, depois de falar a empresários na Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan). "Além de competente, sério e dedicado, é meu amigo e tenho grande estima por ele. Não vai ter diminuição de poder nem de força. Ele foi eleito com os mesmos votos que eu fui eleito."

Doria afirmou, no entanto, que a troca foi feita porque os resultados da zeladoria não estavam a contento. "Transformações e mudanças são necessárias, principalmente na gestão de uma cidade do tamanho de São Paulo. Tem que fazer ajustes e melhoras, e tem que ouvir o recado das ruas também. Temos que melhorar a gestão e eficiência da zeladoria urbana. Não dá para virar as costas para a população e dizer que está tudo muito bem quando não está tudo bem. Para isso, eu e Bruno estamos juntos."

Mais cedo, a uma plateia de empresários convidados, comentou sua queda de popularidade nas redes sociais. "As viagens prejudicaram um pouco, mas são necessárias", admitiu, referindo-se a críticas sobre suas idas a Estados brasileiros e a países como Emirados Árabes, Argentina e França. "Vou diminuir um pouco e dar foco maior à cidade de São Paulo, principalmente à periferia".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos