Caminhoneiros pedem 60 dias de prazo de desconto de 10% do preço do diesel

Karin Sato

São Paulo

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), se reuniu sábado, 26, à noite com o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, e representantes dos caminhoneiros. Conforme nota divulgada pelo governo paulista, o objetivo foi articular junto ao Planalto o atendimento de reivindicações da categoria dos caminhoneiros, visando à suspensão da paralisação.

Segundo a nota, as reivindicações serão discutidas neste domingo, 27, em Brasília. Entre as medidas, está o aumento do prazo de 30 para 60 dias do congelamento do desconto de 10% do preço do diesel; a garantia de que a redução de 10% no preço do diesel chegue às bombas nos postos de combustível; e a suspensão da cobrança de tarifa de pedágio para o terceiro eixo elevado dos caminhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos