PUBLICIDADE
Topo

Jornalistas dão 'broncas' em debate ao governo de SP

Mateus Fagundes e Daniel Galvão

São Paulo

24/08/2018 23h56

Os apresentadores do debate ao governo do Estado de São Paulo na RedeTV! se tornaram atração à parte durante a transmissão do programa.

A jornalista Mariana Godoy repreendeu a plateia reiteradas vezes. Em um dos momentos, quando a plateia começou a bater palmas após a comissão negar pedido de resposta de Luiz Marinho (PT) a João Doria (PSDB), a apresentadora chegou a ameaçar retirar os convidados com a ajuda de seguranças da emissora.

Boris Casoy, um dos âncoras, advertiu o companheiro de emissora Reinaldo Azevedo, que se justificou com o governador Márcio França (PSB) ao dizer que o partido dele fez aliança informal com o PT.

"Não, não, não, Reinaldo, isso foge das regras do debate", disse Casoy. A plateia riu.

Candidato do Temer

A professora Lisete Arelaro (PSOL) afirmou que faria sua pergunta para o "candidato de Temer", causando polêmica no estúdio do debate. Depois, ela disse que iria perguntar ao Skaf, mas como ele já havia respondido para outro candidato.

Lisete protagonizou o maior embate no 3º bloco, trocando farpas com o tucano João Doria. Ela lembrou que Doria abandonou a prefeitura de São Paulo. "A sua nota no Datafolha é 3,7. Então tenho que te informar que você continua de recuperação", disse.

Em pergunta sobre merenda escolar, Doria disse que o PSOL radicaliza e PSDB administra. Doria afirmou que a candidata reprovaria Lula já que ele está preso.