Panamá inaugura 'novo canal' e pode triplicar lucros

CIDADE DO PANAMÁ, 24 JUN (ANSA) - O canal do Panamá, que liga os oceanos Atlântico e Pacífico, irá ser reinaugurado no próximo domingo, dia 26, após as obras de expansão que custaram mais US$ 5 bilhões.   

Isso acontece em um momento complicado para o mercado internacional, em meio à queda do preço do petróleo, a desaceleração da economia chinesa e outros fatores que vêm afetando o trânsito pelo canal e seus lucros.   

Calcula-se que, apenas em 2015, o tráfico no local tenha caído cerca de 10%, uma vez que a queda do preço do petróleo permite que as embarcações escolham rotas mais longas.   

Além disso, devido à limitação do tamanho da passagem inaugurada há mais de 100 anos, muito navios eram obrigados a escolher caminhos alternativos.   

A administração do canal, no entanto, aposta que os movimentos são cíclicos e que a tendência é melhorar.   

Com a ampliação, a capacidade de passagem triplica, assim como as expectativas de lucro das autoridades panamenhas. Atualmente, cerca de US$ 1 bilhão é recolhido anualmente com os pedágios das embarcações que passam pelo local. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos