Polônia compra coleção com 'Da Vinci' por preço 20x menor

SÃO PAULO, 30 DEZ (ANSA) - O Ministério da Cultura da Polônia anunciou a aquisição da valiosa coleção privada da Fundação Czartoryski, de Cracóvia, que inclui uma tela rara de Leonardo da Vinci e obras de Renoir e Rembrandt, por um valor 20 vezes menor que o avaliado.   


A coleção, que detém uma das pinturas mais emblemáticas de Da Vinci, "Dama com Arminho", era estimada em 2 bilhões de euros, mas foi vendida por "apenas" 100 milhões. Durante o anúncio, os detalhes da operação não foram revelados, já que o acordo é secreto.   


A obra do artista renascentista foi pintada em Milão, no século 15, e é um dos únicos quatro retratos femininos feitos por ele.   


Somente esse quadro teria um valor de mercado de 230 milhões de euros, mais que o dobro do montante pago pela coleção inteira.   


O presidente da fundação criada em 1802, Adam Karol Czartoryski, afirmou que a venda trata-se, na verdade, de "uma doação ao povo polonês". No entanto, até mesmo a diretoria da entidade reclamou e disse não ter sido consultada sobre o negócio.   


Já o governo garante que a aquisição é uma medida para "a coleção nunca sair da Polônia". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos