Abraço petrificado em Pompeia representa 2 homens,diz estudo

POMPEIA, 6 ABR (ANSA) - Ao que tudo indica, o famoso abraço entre dois amantes que ficou imortalizado nas cinzas de Pompeia como uma estátua representa dois homens.   


A "escultura" havia sido encontrada pelo arqueólogo Vittorio Spinazzola no início do século passado na Casa del Criptoportico, no sítio arqueológico, e até o momento acredita-se tratar de um abraço entre duas mulheres. A descoberta dessa mudança foi feita pelo diretor geral da Superintendência para Pompeia, Massimo Osanna, que teve a ideia de realizar testes de DNA nos dois esqueletos petrificados. "Pompeia não para de surpreender. Sempre se imaginou que este fosse um abraço entre mulheres. Mas tomografias computadorizadas e [testes] de DNA revelaram que são homens", disse Osanna. Pompeia era uma cidade romana no sul da Itália que contava com uma população de cerca de 20 mil pessoas. No entanto, em 79 d.C, uma grande e violenta erupção do vulcão Vesúvio soterrou todo o local, inclusive seus habitantes, em uma grossa camada de seis metros de cinzas. Assim, com as escavações, muitos objetos e esqueletos petrificados, como o abraço, foram encontrados.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos