Após 28 anos, 6 são indiciados por tragédia em Hillsborough

LONDRES, 28 JUN (ANSA) - Após 28 anos, seis pessoas foram indiciadas formalmente pela tragédia de Hillsborough, que deixou 96 torcedores do Liverpool mortos em 15 de abril de 1989. O caso ocorreu no estádio de Sheffield, na partida entre Liverpool e Nottingham Forest, pela semifinal da Copa da Inglaterra.   


O ex-comandante da South Yorkshire Police David Duckenfield responderá por homicídio involuntário por grave negligência na morte de 95 das 96 pessoas. Já o inspetor da polícia Norman Bettison responderá por "má conduta" por ter mentido nas semanas sucessivas à tragédia.   


Os policiais Alan Foster e Donald Denton serão processados por tentar atrapalhar as investigações, mesma acusação impetrada contra Peter Metcalf, procurador de Justiça. Já o ex-secretário do estádio Graham Mackrell será julgado por crimes contra a segurança dos torcedores.   


No ano passado, o caso foi reaberto pela Justiça por considerar que os 96 mortos foram vítimas de homicídio. Ao todo, 15 pessoas estavam sendo investigadas por falhas que ocasionaram a morte dos torcedores, vítimas de pisoteamento e sufocamento. Para a acusação, a Polícia cometeu erros tanto no planejamento da segurança como no dia do jogo ao abrir os portões para uma multidão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos