PUBLICIDADE
Topo

Piso de mármore da Catedral de Siena é exposto ao público

30/08/2017 13h17

FLORENÇA, 30 AGO (ANSA) - O famoso piso de mármore da Catedral de Siena, na Itália, fica sempre coberto para a conservação dos mosaicos que compõem o pavimento. No entanto, até o dia 25 de outubro, a obra-prima ficará descoberta e liberada para visitações.   


Normalmente, o precioso tapete de mármore - que levou cinco séculos para ser concluído - fica protegido do andar de turistas e fiéis. Mas, nessa época do ano, o piso é descoberto para que as pessoas admirem os 56 painéis com cenas bíblicas e mitológicas do pavimento.   


A obra começou a ser montada na Idade Média e foi finalizada somente no século 19. O piso foi inspirado em desenhos de importantes artistas de Siena, como Sassetta, Domenico di Bartolo, Matteo di Giovanni e Domenico Beccafumi.   


O percurso completo na Catedral de Siena permite, além de visitar o piso de mármore, conhecer o Museu dell'Opera, onde estão os mosaicos e outras obras de arte.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.