Jorge Sampaoli xinga policial ao ser parado em uma blitz

ROMA E SÃO PAULO, 26 DEZ (ANSA) - O técnico da seleção da Argentina, Jorge Sampaoli, entrou em uma confusão nesta segunda-feira (25) em Santa Fé, na Argentina, após xingar um policial ao ser parado em uma blitz.   


Segundo o jornal argentino "Olé", Sampaoli estava voltando do casamento de sua filha, quando foi abordado pelas autoridades na cidade de Casilda. O treinador não conduzia o veículo, mas estava junto com outras oito pessoas.   


Com o veículo excedendo o número máximo de pessoas, o agente pediu para que todos deixassem o carro, e o argentino ficou muito irritado com o pedido. Sampaoli xingou o policial e precisou ser contido pelos amigos.   


Na discussão, segundo a publicação, Sampaoli teria dito que o policial ganhava "100 pesos por mês" (cerca de R$ 18).   


Após a confusão, o técnico seguiu ao hotel onde estava hospedado a pé, já que não era tão longe do local onde foi abordado.   


O vídeo da confusão foi gravado por um motorista que estava atrás do veículo de Sampaoli e seus amigos. A gravação viralizou nas redes.   


Após a publicação das imagens, no entanto, o treinador pediu desculpas ao policial pelo ocorrido. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos