Rússia é parcialmente liberada para disputar Jogos de Inverno

BERLIM, 29 JAN (ANSA) - O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) anunciou nesta segunda-feira (29) que a delegação russa está parcialmente banida dos Jogos Paralímpicos de Pyeongchang, na Coreia do Sul, ainda por conta do escândalo de doping de 2016.   


A entidade anunciou que entre 30 e 35 atletas do país poderão competir em cinco categorias do evento se aceitarem disputar as competições sob bandeira neutra. De acordo com a nota da entidade, os classificados poderão disputar o esqui alpino, o biatlon, esqui cross-country, snowboard e curling em cadeira de rodas.   


Através de nota, o presidente do IPC, Andrew Parsons, afirmou que o comitê governativo da entidade levou em conta "muitos fatores" para liberar a participação sob bandeira neutra, diferentemente do que ocorreu nos Jogos Olímpicos de Verão do Rio de Janeiro, em 2016.   


"No verão de 2016, o sistema antidoping da Rússia foi considerado totalmente comprometido, corrompido e aberto a abusos. Isso tornou impossível saber quais paratletas russos estavam limpos e quais não estavam. [...] Dezessete meses depois, nós temos uma situação diferente na Rússia e é importante que, mais uma vez, nossa decisão seja necessária e proporcional ao que estamos vendo", informou Parsons.   


A decisão é similar àquela tomada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) sobre os Jogos Olímpicos, onde parte da equipe russa também poderá participar.   


As Paralimpíadas de Inverno ocorrerão entre 8 e 18 de março, pouco após o fim das Olimpíadas, que ocorrem entre 9 e 25 de fevereiro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos