Maradona presta apoio a Lula e chama Temer de 'traidor'

BUENOS AIRES, 6 ABR (ANSA) - O ex-jogador Diego Armando Maradona manifestou seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e chamou o atual chefe de Estado do Brasil, Michel Temer, de "traidor", informou o jornal "Clarín" nesta quinta-feira (5).   


"É uma loucura. O povo brasileiro não pode apoiar que uma pessoa honesta como Lula da Silva seja visto como corrupto número 1, enquanto o traidor Michel Temer foi acusado e poupado", disse Maradona.   


Essa não é a primeira vez em que o argentino presta apoio ao petista. Em janeiro, Maradona postou em suas redes sociais uma foto com a camisa da seleção brasileira, que tinha o nome de Lula e o número 18.   


O ex-craque ainda criticou os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, e dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmando que a movimentação política na América Latina é um "joguinho" do magnata republicano.   


Além de Maradona, os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro; da Bolívia, Evo Morales; e de Cuba, Raul Castro, também enviaram mensagens de apoio a Lula.   


Nesta quinta-feira (5), o juiz federal Sergio Moro determinou a prisão do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês de detenção por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no "caso tríplex". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos