PUBLICIDADE
Topo

TRF-4 nega recurso de Lula para ir ao velório de irmão

30/01/2019 07h26

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) - O desembargador plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Leandro Paulsen, negou na madrugada desta quarta-feira (30) o recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele fosse autorizado a acompanhar o funeral de seu irmão, Genival Inácio da Silva, de 79 anos, conhecido como Vavá, que morreu na manhã da última terça-feira (29), vítima de câncer no pulmão. A decisão ocorreu após a juíza Carolina Lebbos, da Vara de Execuções Penais de Curitiba, negar a saída de Lula para o velório, realizado ontem. O corpo será sepultado às 13h desta quarta (30), em São Bernardo do Campo (SP).   


De acordo com Lebbos, o deslocamento de Lula não seria possível devido a uma "impossibilidade logística", por isso, iria impor "a preservação da segurança pública e da integridade física do próprio preso".   


Lula está detido desde abril de 2018, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no "caso tríplex".   


No pedido, os advogados do petista citaram o artigo 120 da Lei de Execução Penal, que autoriza a saída de "condenados", mediante escolta, quando ocorrer falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.