PUBLICIDADE
Topo

Itália negocia realizar partida da Série A na China

22/03/2019 14h49

ROMA, 22 MAR (ANSA) - A Federação Italiana de Futebol (Figc) está negociando com a China Media Group, a principal emissora estatal chinesa, para levar um jogo da Série A ao país asiático pelos "próximos três anos".   


A proposta deverá ser discutida neste domingo (24), em meio a visita do chefe de Estado da China, Xi Jinping, ao país da bota.   


A reunião contará com as presenças de alguns representantes de Pequim e do presidente da Figc, Gabriele Gravina.   


O país asiático está visando sediar a Copa do Mundo de 2026 ou 2030 e uma parceria com uma das principais potências do futebol mundial ajudaria a China em conquistar este objetivo.   


Além da disputa de uma partida do Campeonato Italiano em território chinês, Pequim pretende realizar jogos amistosos entre as duas seleções, transmitir partidas da Série A na China e pedir "assistência e apoio" no desenvolvimento do árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês) no país asiático.   


No entanto, os planos precisarão ser aprovados pela Fifa e a Confederação Asiática de Futebol. Gianni Infantino, presidente da entidade que rege o futebol no mundo, declarou em outubro que os jogos das ligas "devem ser jogados" em seus respectivos países.   


A influência chinesa no futebol italiano está crescendo cada vez mais, tanto que o país asiático já recebeu quatro finais da Supercopa da Itália. Além disso, a Inter de Milão é administrada pelo grupo chinês Suning.   


A seleção chinesa, por sua vez, é treinada pelo ex-jogador italiano Fabio Cannavaro, que substituiu o compatriota Marcello Lippi.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.