Topo

UE ameniza ameaça da França contra acordo com Mercosul

23/08/2019 13h44

BRUXELAS, 23 AGO (ANSA) - Fontes de dentro da União Europeia (UE) disseram nesta sexta-feira (23) que o bloco mantém seu apoio e interesse na conclusão do acordo de livre-comércio com o Mercosul, horas após a França ameaçar obstruir o tratado devido às queimadas na Amazônia. Segundo fontes da Comissão Europeia, a UE acredita que o tratado de livre-comércio pode ser justamente "um modo para ancorar o Brasil no cumprimento do Acordo Climático de Paris". A alta representante europeia de política externa, a italiana Federica Mogherini, pronunciou-se oficialmente no Twitter sobre a polêmica, dizendo que a "Amazônia é o coração do nosso planeta, recurso vital para a humanidade e peça-chave no combate às mudanças climáticas". "Proteger e lutar contra os incêndios é uma responsabilidade comum. A UE está pronta para tomar parte e usar sua experiência a serviços de nossos parceiros na região da Amazônia", escreveu.   


Mais cedo, o governo francês de Emmanuel Macron chegou a ameaçar "se opor" ao acordo devido à "atitude do Brasil nas últimas semanas". O país também acusou o presidente Jair Bolsonaro de "mentir" sobre as ações de tutela na Amazônia e sugeriu que o episódio das queimadas seja discutido na Cúpula do G7, que começa neste sábado (24). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Mais Notícias