PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

CNN demite Chris Cuomo por ajudar irmão em caso de assédio

06/12/2021 11h25

WASHINGTON, 6 DEZ (ANSA) - A emissora norte-americana "CNN" anunciou a demissão do jornalista e apresentador Chris Cuomo após revelações de que ele ajudou o irmão, o ex-governador Andrew Cuomo, na defesa das acusações de assédio sexual.   

Chris já estava afastado do quadro de funcionários após ter sido revelado, por meio de documentos do processo, que ele teve uma "participação ativa" na gestão da estratégia de comunicação do então governador.   

Segundo as provas, o âncora buscava suas próprias fontes nos meios de comunicação para ter mais informações sobre o caso e sobre as mulheres que faziam as acusações e as repassava para o irmão. A atitude é considerada uma violação ética da profissão, onde se usa o cargo para benefício pessoal ou de terceiros.   

Nesta segunda-feira (6), o jornal "The New York Times" informou ainda que a "CNN" também teria sido informada que há denúncias de assédio sexual contra Chris. A vítima seria uma "colega mais jovem de um outro canal de notícias e não relacionada ao caso de Andrew".   

"Não é assim que quero que termine meu tempo na 'CNN', mas já disse qual o motivo e como ajudei meu irmão. Então, deixem-me dizer agora o quão decepcionado estou com isso", escreveu em sua conta no Twitter. A fala refere-se a uma declaração dada pelo jornalista, em maio desse ano, em que ele admitia que aconselhou Andrew sobre como lidar com a crise de imagem.   

O ex-governador democrata foi acusado por 11 funcionárias e ex-funcionárias de assédio sexual ao longo dos últimos anos. A situação fez com que ele renunciasse ao cargo em agosto, sendo sucedido por sua vice, Kathy Hochul. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.