PUBLICIDADE
Topo

Exclusivo: Valcke admite que Fifa também tem culpa em confusões na reta final da Copa

Em entrevista exclusiva à BBC, Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa, reconheceu que a Fifa não deixou claro desde o início quem pagaria pelas instalações temporárias em estádios privados, e que foi duro demais em algumas de suas críticas públicas ao Brasil - Paulo Withaker - 22.abr.2014/Reuters
Em entrevista exclusiva à BBC, Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa, reconheceu que a Fifa não deixou claro desde o início quem pagaria pelas instalações temporárias em estádios privados, e que foi duro demais em algumas de suas críticas públicas ao Brasil Imagem: Paulo Withaker - 22.abr.2014/Reuters

29/05/2014 04h30

A 14 dias da Copa do Mundo, o secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke, admitiu em entrevista exclusiva à BBC News que a entidade cometeu um erro nos preparativos finais do evento.

Valcke apontou que não ter deixado claro desde o início quem pagaria pelas instalações temporárias em estádios privados gerou uma "discussão interminável".

Ele ainda afirmou que este ponto precisará ser revisto para a próxima edição do Mundial, a ser realizada em 2018, na Rússia.

O dirigente da Fifa ainda conversou com o correspondente Wyre Davies nas arquibancadas do Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, sobre as denúncias de corrupção nos preparativos para a Copa.

Ele reconheceu ter sido duro demais em algumas de suas críticas públicas ao Brasil. "Mas, em uma relação em que há tantas partes envolvidas, é comum haver alguma tensão às vezes", disse Valcke.