Unesco declara registro de processo de Auschwitz Patrimônio Mundial

Agência da ONU inclui atas e gravações de julgamento, que ocorreu em Frankfurt, no programa Memória do Mundo. Processo é marco no pós-guerra e confrontou alemães com crimes praticados pelo regime nazista.A Unesco concedeu nesta segunda-feira (30/10) aos arquivos do Julgamento de Auschwitz, que ocorreu no início dos anos 1960 em Frankfurt, o status de patrimônio mundial. As atas e gravações do processo foram incluídas no programa Memória do Mundo, que visa assegurar a preservação de documentos históricos significantes para gerações futuras.

Os documentos detalham o julgamento de 22 pessoas acusados de homicídio, em casos isolados, e de participação num crime em massa pelas mortes ocorridas no campo de extermínio de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial. Mais de 1 milhão de pessoas, a grande maioria judeus, foram mortas em Auschwitz, entre 1940 e 1945.

Leia mais: "Não estou triste por morrer, mas por não poder me vingar"

O julgamento em Frankfurt ocorreu entre 1963 e 1965 e foi uma das primeiras vezes que os alemães no pós-guerra foram confrontados com a extensão dos crimes praticados pelo regime nazista.

No total, 360 testemunhas, entre as quais quase 200 sobreviventes de Auschwitz e 85 membros da da SS (tropa de elite nazista), foram ouvidos no processo. No fim, somente seis réus foram condenados à prisão perpétua por homicídio; três outros foram absolvidos, por falta de provas.

Ainda assim o processo de Frankfurt representa uma guinada decisiva na elaboração dos crimes nazistas. Eles estão documentados em 454 pastas de atas e 103 gravações de áudio, preservadas no Arquivo Central Estatal de Hessen, em Wiesbaden.

"O reconhecimento ressalta a importância única e social dos documentos para a história do pós-guerra e para a cultura de memória da Alemanha", afirmou o secretário de Ciência e Cultura de Hessen, Boris Rhein, após o anúncio da Unesco.

O programa Memória do Mundo da Unesco inclui atualmente 427 testemunhos históricos, dos quais 24 são alemães. Até hoje nenhuma candidatura partindo do país foi rejeitada.

CN/dpa/kna/epd/afp

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos