PUBLICIDADE
Topo

Festival resgata "destino" de Beethoven em Bonn

31/08/2018 15h49

Antiga capital da Alemanha celebra obra de filho mais célebre com o Beethovenfest, que neste ano aborda como o compositor se deparou com o inevitável. Abertura fica por conta da Sinfonia n° 5, a "Sinfonia do destino".Neste ano, o Beethovenfest (Festival Beethoven de Bonn), que homenageia a obra de Ludwig von Beethoven em sua cidade natal, gira em torno do tema "destino" (Schicksal).

A partir desta sexta-feira (31/08) até 23 de setembro, estão planejadas 57 apresentações em 25 locações em Bonn e redondezas, explicou a diretora do festival, Nike Wagner. Esta é a quarta vez que a bisneta do compositor Richard Wagner e tataraneta de Franz Liszt dirige o festival.

Mais de 2 mil artistas participam do Beethovenfest deste ano. No fim de semana de abertura, haverá novamente uma grande festa no centro da cidade. Para as 57 apresentações, estão disponíveis 31 mil ingressos a um preço médio de 36 euros (por volta de 170 reais).

Nesta sexta-feira o concerto de abertura ficará a cargo da Orquestra Filarmônica da Radio France, que executa a Quinta Sinfonia sob a regência de Mikko Franck. No sábado será exibida em telão a Nona de Beethoven na interpretação de 1989, conduzida por Leonard Bernstein e conhecida como Ode à liberdade, em alusão à queda do Muro de Berlim.

Além da Orquestra Filarmônica da Radio France, a Orquestra Beethoven de Bonn, a Academia de Saint Martin in the Fields, a Orquestra Sinfônica de Rádio ORF de Viena, a Orquestra Rheinton e numerosos solistas conhecidos vão se apresentar na antiga capital da Alemanha. No campo da música de câmara, as presenças de András Schiff e Dénes Várjon enriquecem o festival.

Pontos do programa

No programa do festival, os concertos são divididos em focos principais: os Caminhos de Beethoven (Wege zu Beethoven) levam à sua música de câmara, bem como aos seus concertos e sinfonias para piano. Jubilare/Jubiläen (Jubilares/Jubileus) é dedicado aos dias de nascimento e morte de músicos proeminentes como Bernd Alois Zimmermann, Leonard Bernstein e Gioachino Rossini.

O Fim de semana das sonatas para piano traz obras de Franz Schubert, Schumann, Janácek, Liszt, Bartók, Berg e Kurtág, além das cinco sonatas para piano tardias de Beethoven. Um elogio à história e geografia locais estão nos concertos com Som Original (renano) e o foco Dança/Teatro/Instalação abre o Beethovenfest para as artes mais recentes.



O destino de Beethoven

Segundo a diretora do festival, o termo "destino" está intimamente ligado à vida e ao trabalho de Beethoven. Nike Wagner explica que o músico se deparou com o inevitável – sua surdez precoce – com grande poder criativo.

A partir de sua Sinfonia n° 5 em dó menor, dita Sinfonia do destino, a temporada 2018 do Beethovenfest reflete os momentos históricos e decisivos do compositor alemão, entre eles, as experiências de guerra e exílio, perdas de entes queridos, "histórias altamente dramáticas" e os últimos trabalhos, relata Wagner.

No ano de 2020 Bonn vai celebrar o 250º aniversário do célebre compositor. O presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, afirmou durante recepção na quinta-feira em Bonn que Nike Wagner estaria preparando uma programação especial para o ano do jubileu, que deverá trazer "histórias de sucesso" para a música clássica.

CA/kna/dpa/ots

_____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp
| App | Instagram | Newsletter