PUBLICIDADE
Topo

EUA se preparam para onda de frio histórica

29/01/2019 14h33

Fenômeno conhecido como vórtice polar vai derrubar termômetros para menor patamar em décadas. Especialmente afetada será a região do Meio-Oeste, onde as temperaturas podem se aproximar de 50 graus negativos.Uma onda de frio extremo é esperada em dois terços do território dos Estados Unidos a partir desta terça-feira (29/01). Em algumas regiões, como Chicago, os serviços meteorológicos preveem que os termômetros podem chegar a -46º Celsius.

As temperaturas gélidas e os ventos cortantes devem perder força no fim de semana, mas não antes de quebrarem recordes e possivelmente levarem os termômetros no Meio-Oeste para seus menores níveis em décadas.

A onda de frio percorrerá tanto Dakota do Norte e do Sul quanto a área dos Grandes Lagos, o vale de Ohio e a Nova Inglaterra. Não somente estados tradicionalmente frios no inverno como Wisconsin e Michigan declararam emergência, mas também Alabama e Mississippi, no sul do país.

"O ar ártico vem do Canadá e nos afetará por dias", disse Richard Bann, do serviço meteorológico de Maryland. "Teremos neve nesta tarde até mesmo na área de Washington DC".

De 30 a 60 centímetros de neve são esperados em Wisconsin, enquanto Illinois espera cerca de 15 centímetros. Alabama e Mississippi também podem enfrentar neve.

Em Illinois, o governador J. BN. Pritzker afirmou que o vento pode levar as temperaturas a -46º C em partes do norte do estado, nível que pode causar lesões por congelamento em poucos minutos.

"Essa é uma tempestade de inverno potencialmente histórica que trará frio extremo para nosso estado, e todos os residentes de Illinois precisam se preparar”, disse em comunicado. Em Chicago, maior cidade de Illinois, lideranças municipais armaram centros de acolhimento em ônibus urbanos e ofereciam dicas sobre como descongelar tubulações.

Espera-se que a temperatura máxima em Chicago e Minneapolis seja de -25,6º C na quarta-feira.

Na Geórgia, cerca de cinco centímetros de neve ou mais são esperados, assim como chuva gelada e estradas cobertas por gelo. O governador do estado, Brian Kemp, fechou escritórios estaduais em 35 municípios nesta terça-feira. Mais de 1.200 voos na região foram cancelados e muitos atrasaram, segundo o site FlightAware.com

A onda de frio é consequência de um fenômeno conhecido como vórtice polar. Trata-se de uma massa de ar extremamente frio que normalmente gira ao redor do Polo Norte, mas que se deslocou para o sul e passou a se movimentar sobre os EUA.

O deslocamento da massa de ar frio, por sua vez, é resultado de uma onda de ar quente no Ártico, que dividiu o vórtice polar e levou parte dele para os EUA, disse Judah Cohen, especialista em tempestades de inverno da Atmospheric Environmental Research, uma empresa comercial na região de Boston.

Esse tipo de ocorrência tem se tornado mais comum nos últimos anos. Alguns cientistas suspeitam de uma ligação com as mudanças climáticas, embora não se saiba ao certo o motivo.

No inverno de 2013-2014, um vórtice polar também levou à quebra de recordes de temperatura em várias partes do Canadá e do leste dos Estados Unidos.

PJ/rtr/ap/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter