PUBLICIDADE
Topo

Presidente tcheco diz que Nobel da Paz à UE é "uma brincadeira de mau gosto"

12/10/2012 11h45

Praga, 12 out (EFE).-O presidente da República Tcheca, Vaclav Klaus, ironizou nesta sexta-feira a concessão do prêmio Nobel da Paz à União Europeia ao considerar a escolha "uma brincadeira de mau gosto".

"O presidente não acredita e considera a escolha uma brincadeira de mau gosto", disse o porta-voz presidencial, Radim Ochvat, ao citar a reação do líder tcheco após saber da notícia.

O responsável pelos assuntos de Comunicação e Cultura do Escritório Presidencial, Petr Hajek, declarou para a rede estatal "CT24", que a irônica reação de Klaus foi um "riso amargo" e um "sintoma de decepção pela hipocrisia".

A atual UE é, segundo Hajek, uma comunidade "quase ilegítima" e onde "a democracia e a liberdade se encolhem em um canto".

Já a chefe da diplomacia da República Tcheca, Karel Schwarzenberg, disse em comunicado que concorda com a concessão do prêmio à UE.

"A União Europeia foi, desde sua criação, concebida como um processo de paz. Tudo o que se desenvolveu depois foi a partir deste conceito", afirmou Karel.

"O valor de UE assenta principalmente no aumento da estabilidade. Fomos testemunhas de diversas coisas após a Segunda Guerra Mundial, após a queda dos regimes autoritários do sul da Europa e depois da queda dos regimes comunistas na Europa Central e do Leste", acrescentou o veterano diplomata.