Topo

Argentina bate recorde com maior salame das Américas

Argentina apresentou o salame mais longo das Américas, com 16 metros de comprimento e 45 quilos de peso - Consejo del Salame de Tandil/Efe
Argentina apresentou o salame mais longo das Américas, com 16 metros de comprimento e 45 quilos de peso Imagem: Consejo del Salame de Tandil/Efe

Em Buenos Aires

08/02/2014 04h49

A Argentina apresentou na noite de ontem, sexta-feira, o salame mais longo das Américas, com 16 metros de comprimento e 45 quilos de peso em um festival realizado na cidade de Tandil, na província de Buenos Aires, informaram à Agência Efe fontes da organização.

O salame foi apresentado pelo Conselho de Denominação de Origem (DO) "Salame de Tandil" no "Festival de la Sierra", nesta cidade situada a 350 quilômetros da capital Buenos Aires, disse à Efe o porta-voz do Conselho, Mariano Frías.

"O salame começou a ser feito há um mês e meio aproximadamente e teve que passar por muitos testes, porque as instalações das fábricas não estão preparadas para fazer um salame desta dimensão", detalhou.

Durante o festival, foram necessária dezenas de pessoas para segurar o salame diante do público e alguns pedaços do mesmo foram sorteados entre os presentes.

O "Salame de Tandil" é feito com matérias-primas da região serrana da província de Buenos Aires: carne de porco (entre 54% e 60%), carne bovina (entre 18% e 21%) e com 20% a 25% de gordura de porco.


"Foi um trabalho muito árduo e que envolveu muita gente, mas foi muito lindo ver o desafio. Alcançamos o objetivo e hoje vamos certificá-lo no festival, no palco", afirmou Frías.

O "Salame de Tandil" tem, após 15 anos de estudos, a primeira denominação de origem para um alimento agroindustrial da Argentina. 

 

Mais Notícias