PUBLICIDADE
Topo

Papa pede amparo de Virgem Maria para Palestina viver com paz e justiça

25/05/2014 07h25

Belém (Cisjordânia), 25 mai (EFE).- O papa Francisco pediu neste domingo amparo da Virgem Maria para a terra da Palestina e para todos aqueles que a habitam, para que possam viver nela com justiça, paz e fraternidade.

Durante a oração de "Regina Coeli" na praça da Manjedoura, em Belém, o pontífice anunciou, além disso, seu desejo de retornar em breve à Terra Santa para visitar os lugares cristãos da Galileia, em particular Nazaré, que ficaram fora desta primeira peregrinação.

"Enquanto nos preparamos para concluir esta celebração, dirigimos nosso pensamento para Maria Santíssima, que precisamente aqui em Belém deu à luz ao seu filho Jesus. Nossa Senhora é a pessoa que mais contemplou Deus na face humana de Jesus", afirmou.

"A Ela encomendamos esta terra e todos os que a habitam, para que vivam com justiça, com paz e fraternidade. Encomendamos também os peregrinos que aqui chegam para beber das fontes da fé cristã, alguns dos quais estão presentes também nesta Santa Missa", acrescentou.

Em um púlpito junto à basílica que abriga a caverna na qual a tradição situa o nascimento de Jesus, o papa lembrou os mais frágeis e os que sofrem, para quem também pediu a proteção de Nossa Senhora.

"Vele, oh Mãe, pelas famílias, os jovens, os idosos. Vela por todos os que perderam a fé e a esperança; console os doentes, os presos e todos os que sofrem; sustente os pastores e toda a comunidade dos crentes, para que sejam 'sal e luz' nesta terra bendita", afirmou.

Francisco chegou nesta manhã em Belém, na segunda etapa de sua primeira peregrinação à Terra Santa, e se reuniu com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, antes de realizar uma missa diante de mais de oito mil fiéis.

Em seguida, o papa retirou-se para orar sozinho na gruta onde se situa o presépio e mais tarde visitou um campo de refugiados e voou para Jerusalém.