PUBLICIDADE
Topo

Eslovênia aprova casamento homossexual com direito de adoção

Em Zagreb

03/03/2015 18h10

O parlamento da Eslovênia aprovou nesta terça-feira (3) uma emenda da lei de casamento e família que concede aos homossexuais o direito de se casar e adotar filhos, informou a agência de notícias eslovena "STA".

A emenda legislativa, que iguala os direitos de homossexuais e os heterossexuais no casamento, foi adotada com 51 votos a favor e 28 contra, e por iniciativa do grupo opositor Esquerda Unida (ZL). A partir de agora, em todo o território esloveno, considera-se casamento a união entre duas pessoas independentemente do sexo delas.

Durante a votação e o debate parlamentar preliminar na Câmara, milhares de pessoas protestaram após convocação da coalizão denominada Trata-se de Crianças, que já anunciou que organizará um referendo contrário à lei.

A emenda foi apoiada não só pelos deputados do ZL, mas também pelos partidos governantes SMC e SD e a aliança opositora ZaAB. Pronunciaram-se contra a lei os opositores conservadores SDS e NSi, assim como alguns deputados do partido dos aposentados DeSUS, que faz parte da coalizão de centro-esquerda governante.

Notícias