Duplo atentado em mercado de Chibok, na Nigéria, deixa 11 mortos

Em Lagos

Pelo menos 11 pessoas morreram e 30 ficaram feridas nesta quarta-feira (27) em um duplo atentado suicida dentro de um mercado da cidade nigeriana de Chibok, informaram testemunhas à Agência Efe.

As explosões, que aconteceram às 13h (horário local, 10h em Brasília), foram causadas por duas mulheres no estabelecimento, que estava reabrindo hoje.

Mais cedo, um político local tinha informado à imprensa nigeriana que oito pessoas tinham morrido no ataque e outras 30 tinham sido levadas ao hospital, algumas em estado crítico.

Nos últimos meses, o grupo jihadista Boko Haram passou a fazer ataques também em países vizinhos, como Camarões e Chade, cujos Exércitos se somaram a uma missão multinacional para recuperar os territórios que estavam nas mãos dos terroristas.

Na última segunda-feira, 28 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em três explosões na aldeia de Bodo, no norte de Camarões e muito perto da fronteira com a Nigéria.

Em 2015, o Boko Haram matou mais de 3.000 pessoas, apesar de ter perdido a maior parte do território que controlava na Nigéria e no Chade, países que no começo do ano passaram a coordenar ações contra o grupo terrorista nos arredores do Lago Chade.

Nigéria vive entre o islamismo do Boko Haram e o boom econômico

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos