PUBLICIDADE
Topo

Onda de frio deixa 14 mortos e fecha escolas na Tailândia

25.jan.2016 - Temperaturas em Bangcoc abaixaram para cerca de 16ºC, algo incomum para esta época do ano - Nicolas Asfouri/AFP
25.jan.2016 - Temperaturas em Bangcoc abaixaram para cerca de 16ºC, algo incomum para esta época do ano Imagem: Nicolas Asfouri/AFP

Em Bangcoc

27/01/2016 03h39

Pelo menos 14 pessoas morreram na Tailândia pela onda de frio que castiga o país desde o início da semana, e que forçou algumas autoridades provinciais a fechar as escolas, informaram nesta quarta-feira (27) as autoridades.

Fontes do Departamento para a Prevenção e Gestão de Desastres detalharam para a Agência Efe que 12 mortes foram registradas na quarta-feira pela queda das temperaturas no norte e no nordeste do país, enquanto outros dois corpos foram encontrados na segunda-feira em uma província da região central.

O órgão indicou que as vítimas sofriam de doenças crônicas ou relacionadas com o sistema respiratório.

O diretor do Escritório para Educação Primária da província de Nan, Chatchai Taptimon, informou sobre a suspensão das aulas até quinta-feira em algumas escolas localizadas em áreas montanhosas como medida de precaução, segundo o jornal "Bangkok Post".

Nessa província, no norte do país, as temperaturas na quarta-feira chegaram a menos de 10 graus centígrados.

O governador de Nan, Suwat Phromsuwan, pediu doações de roupas de inverno e de cobertores ao centro local de assistência para desastres para que as mesmas sejam distribuídas entre os idosos e as crianças da região montanhosa.

A Tailândia conta com um clima tropical e bastante húmido durante todo o ano, com o período das chuvas de monção entre agosto e setembro.

As condições climáticas incomuns no país são atribuídas pelos especialistas a uma onda de frio procedente da China.