Ataques deixam 9 mortos em áreas controladas pelo regime na Síria

Damasco, 27 fev (EFE).- Pelo menos nove civis morreram neste sábado em ataques "terroristas" contra áreas sob controle do governo no centro e no nordeste da Síria, informou a agência de notícias oficial "Sana".

Uma fonte do governo da província de Hama disse à "Sana" que um suicida detonou no começo da manhã um carro-bomba na entrada da cidade de Salmiya, o que causou a morte de duas pessoas e ferimentos em outras quatro.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos atribuiu este atentado ao grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Pouco depois desse ataque, outro suicida detonou uma motocicleta carregada com explosivos em um dos acessos à cidade de Al Tiba, na periferia leste de Salmiya, onde pelo menos quatro pessoas morreram, acrescentou a "Sana".

A agência destacou que houve, além disso, uma terceira explosão de um artefato, que provocou ferimentos em um civil na estrada que une Salmiya com a cidade de Kneifes.

Salmiya é uma cidade de maioria ismaelita, um dos ramos do xiismo.

Por outro lado, a "Sana" apontou que pelo menos três menores de idade morreram e outras 12 pessoas ficaram feridas pelo impacto de dez bombas lançadas pelo EI contra os bairros de Al Yura e Al Qusur, sob controle das autoridades na cidade de Deir ez Zor, no nordeste do país.

Os jihadistas também lançaram foguetes contra o distrito de Al Hueiqa, na mesma cidade, onde só houve danos materiais.

O EI e a Frente al Nusra, filial síria da Al Qaeda, estão excluídos do cessar-fogo que entrou em vigor hoje na Síria e que foi aceito tanto pelo governo de Damasco como pela principal aliança opositora.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos