Preso suposto comandante do EI na Líbia

Trípoli, 28 (EFE).- Forças especiais ligadas ao governo de Trípoli detiveram o suposto "número dois" da ramo líbio do Estado Islâmico (EI) na província de Sabratha, que fica na metade do caminho entre a capital e a fronteira com a Tunísia, informou uma fonte de segurança à Agência Efe neste domingo.

O jihadista líbio Ahmeda Najmedin al Sharef, conhecido como Al Tashif, é considerado um dos líderes do grupo terrorista mais importantes na cidade de Sabratha, relatou a fonte.

O líder do EI foi detido em seu apartamento no litoral da cidade, onde foram encontrados explosivos, detonadores e granadas, munição e armas variadas.

O comandante jihadista foi detido por uma ordem do procurador- geral em coordenação com o Conselho Municipal e os chefes das milícias chamadas locais "Saraya Sabratha", acrescentou a fonte.

Al Tashif foi o autor do ataque lançado na segunda-feira contra a brigada de segurança, em que foram degolados 12 milicianos das forças "Zuar al Medina" (Milicianos da Cidade), aliadas do governo de Trípoli.

A cidade de Sabratha enfrenta há uma semana sangrentos combates entre milicianos do governo e membros do EI, que já deixaram 49 milicianos e cerca de 30 jihadistas mortos.

Os confrontos explodiram desde que aviões de combate americanos bombardearam dois dos edifícios utilizados pelo EI, matando 50 pessoas, entre elas dois diplomatas sérvios que tinham sido sequestrados meses atrás.

Segundo as autoridades militares norte-americanas, o alvo do ataque era um conhecido líder jihadista tunisiano ligado ao EI, que é acusado de instigar dois dos três atentados que aconteceram na Tunísia em 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos