Morsa afoga homem que tirava 'selfies' com ela em zoológico na China

Pequim, 24 mai (EFE).- Uma morsa do zoológico da cidade de Weihai, no nordeste da China, matou um empresário afogado que tentava fazer várias 'selfies' com ela, e também um funcionário que tentou salvar o visitante imprudente.

O mamífero marinho deixou o empresário, que tinha pulado a grade de proteção do zoológico, fazer vários vídeos, fotos e 'selfies', até que decidiu arrastá-lo para seu tanque e afogá-lo até a morte, informou nesta terça-feira o site "Sina", um incidente do qual os responsáveis do zoológico não quiseram comentar.

Ao ver que a vida do empresário corria perigo, um funcionário do zoológico, que tinha cuidado da morsa durante mais de dez anos, tentou salvá-lo, mas acabou se tornando mais uma vítima do mamífero marinho e também morreu afogado.

Fontes do zoo afirmam que a morsa só queria "brincar" com os homens e dar um "abraço" neles.

A família do empresário pediu uma indenização ao estabelecimento argumentando que não foram tomadas as devidas precauções para evitar o acidente, uma queixa que causou bastante repercussão nas redes sociais chinesas.

Diante disso, o zoo de Weihai admitiu sua responsabilidade pela morte e ofereceu 900 mil iuanes de indenização (123 mil euros) à família do empresário.

Muita gente, no entanto, também recorreu às redes sociais na China para se manifestar contra a criminalização do animal, e vários usuários postaram fotos nas quais apareciam ao lado de morsas de grande porte, alegando que não sofreram qualquer dano por parte do animal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos