Júri dos EUA declara ator de "The Shield" culpado de matar esposa

Los Angeles (EUA), 31 mai (EFE).- O ator americano Michael Jace, conhecido por sua participação na série de televisão "The Shield", foi declarado culpado nesta terça-feira pelo assassinato de sua esposa April Jace, informou a revista "Variety".

Um júri de Los Angeles, nos Estados Unidos, considerou Michael Jace culpado pelo assassinato em segundo grau de sua mulher, um crime que o ator confessou previamente às autoridades.

Após a decisão do júri, os argumentos finais e a deliberação definitiva deste caso começarão na sexta-feira.

Os fatos remontam a maio de 2014, quando a polícia deteve o ator como o principal suspeito de matar a tiros sua mulher em seu domicílio de Los Angeles.

A investigação indicou que April Jace tinha acabado de chegar em casa, após buscar seus filhos em um treino de beisebol, e que o crime aconteceu depois de uma acalorada discussão.

No momento do assassinato, o casal estava junto há nove anos e tinha dois filhos.

A defesa de Michael Jace argumentou durante o julgamento que não há provas suficientes para determinar que se tratou de um crime com premeditação, enquanto a promotoria considerou que Jace planeou o assassinato depois que sua mulher tinha pedido o divórcio.

Michael Jace, que trabalhou em filmes como "Forrest Gump: O Contador de Histórias" (1994) e "Planeta dos Macacos" (2001), participou de maneira destacada na conhecida série policial "The Shield" durante 89 capítulos, entre 2002 e 2008.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos