Em tentativa de golpe na Turquia foram usados 74 tanques, 24 caças e 3 navios

Em Instambul

  • Bulent Kilic/AFP

    16.jul.2016 - Policial turco abraça homem em cima de um tanque em Istambul

    16.jul.2016 - Policial turco abraça homem em cima de um tanque em Istambul

Um total de 8.651 militares participaram da fracassada tentativa de golpe de Estado na Turquia na noite de 15 de julho, no qual usaram 24 caças, 74 tanques, 37 helicópteros e três navios.

As Forças Armadas turcas divulgaram esses números nesta quarta-feira (27) em comunicado, reproduzido pela CNN turca, no qual qualificam todos os participantes do levante como "terroristas da FETÖ (as siglas com as quais o governo nomeia a rede do predicador islamita Fethullah Gülen como organização terrorista) em uniformes militares".

Ancara acusa Gülen de ter instigado a fracassada tentativa golpista e pediu aos Estados Unidos a extradição à Turquia do predicador, que vive nesse país desde 1999.

"O número de terroristas em uniformes militares foi de 8.651. Este número representa 1,5% das Forças Armadas turcas", afirma a nota.

Destes, 1.676 eram soldados ou sargentos e 1.214 cadetes.

No total, foram utilizados 35 aviões, dos quais 24 eram caças, 246 veículos blindados, dos quais 74 eram tanques, 37 helicópteros, entre eles oito de ataque, e três navios.

Além disso, foram usadas também 3.992 armas leves, acrescenta.

As Forças Armadas reiteram que são "fortemente" contra uma tentativa de golpe e que têm o poder de deter qualquer ameaça.

Helicóptero ataca carro na rua durante tentativa de golpe

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos