Morre vice-ministro boliviano sequestrado por mineiros, segundo testemunha

La Paz, 25 ago (EFE).- O vice-ministro de Regime Interior da Bolívia, Rodolfo Illanes, morreu nesta quinta-feira quando estava sob custódia dos mineiros que bloqueiam há três dias as estradas do país andino, afirmou o diretor da rádio "Fedecomin", Moisés Flores, que garantiu ter comprovado este fato pessoalmente.

"Fomos até o local onde estava o vice-ministro Illanes e o encontramos sem vida. Estamos muito assustados, nós estamos correndo risco porque os mineiros estão furiosos no ponto de bloqueio velando um dos seus", disse Flores à rádio "Erbol" por telefone em Panduro, no oeste do país, onde houve enfrentamentos.

Flores dirige a rádio da Federação Departamental de Cooperativas de Mineradores de La Paz (Fedecomin), organização que participa dos protestos e dos bloqueios contra uma lei sobre sindicatos aprovada pelo governo de Evo Morales.

Consultada sobre a versão de Flores, uma fonte do Ministério de Governo (Interior) não desmentiu, nem confirmou o fato, e pediu aos veículos de imprensa que aguardassem por "informações oficiais".

Flores disse que encontrou o corpo de Illanes em um monte, cerca de 50 metros de uma torre elétrica, onde horas antes o ministro foi retido pelos mineiros.

O comunicador também acrescentou ter ouvido versões dos cooperativistas mineiros que Illanes morreu após ser atingido "por golpes".

Flores também confirmou a morte de outro mineiro, que seria o terceiro desde quarta-feira, e que estava sendo velado em uma estrada do Altiplano Boliviano, após enfrentamentos entre manifestantes e policiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos