Polícia prende 2 pessoas que saqueavam casas afetadas por terremoto na Itália

Roma, 29 ago (EFE).- A polícia italiana deteve nesta segunda-feira duas pessoas que tinham roubado objetos de valor do interior de edifícios que ficaram em ruínas após o terremoto do dia 24 de agosto em Amatrice, a cidade mais afetada pelo terremoto da semana passada.

O Ministério do Interior indicou em comunicado que os detidos são um homem e uma mulher que haviam levado roupas, objetos e dinheiro de imóveis abandonados e parcialmente destruídos da devastada Amatrice, na província italiana de Rieti.

A imprensa italiana aponta que os dois supostos ladrões são dois romenos que circulavam por Amatrice com um carro de marca alemã. A polícia desenvolve sem interrupção trabalhos de vigilância em torno das casas que ficaram em ruínas após o terremoto de 6 graus na escala Richter que atingiu o centro do país no dia 24 de agosto, deixando quase 300 de mortos.

Nos últimos dias, os soldados mobilizados em Amatrice e no resto de localidades afetadas trabalham para extrair os objetos pessoais dos sobreviventes, para que estes recuperem, na medida do possível, seus pertences antes que as casas sejam demolidas.

Os sobreviventes permanecem em acampamentos temporários, à espera de serem realocados a casas provisórias que os permitam refazer suas vidas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos