Sobe para 112 número de imigrantes mortos em naufrágio no litoral do Egito

Cairo, 23 set (EFE).- Pelo menos 112 corpos de emigrantes foram recuperados até esta sexta-feira no litoral do Egito, após o naufrágio de um navio que transportava centenas de pessoas na quarta-feira passada.

O porta-voz do Ministério da Saúde egípcio, Khaled Mujahid, informou à Agência Efe que só neste dia as equipes de resgate acharam 55 corpos.

Até o momento, foram resgatadas com vida 164 pessoas, entre elas 111 egípcios, 26 sudaneses, 13 eritreus, dois somalis, um sírio e um etíope, segundo os dados da Organização Internacional de Migrações (OIM).

Dos mortos, se sabe que 50 dos corpos achados nos primeiros dois dias pertencem majoritariamente a egípcios, assim como alguns sudaneses e somalis.

Mujahid não detalhou as nacionalidades dos emigrantes cujos corpos foram encontrados nas últimas horas.

Ele explicou que há cerca de 30 ambulâncias no porto de Bugas Rashid e que se os corpos chegarem com documentos de identidade suas famílias serão avisadas e, se não, são conduzidos aos hospitais da região.

A embarcação naufragada partiu com entre 400 e 600 emigrantes a bordo de um ponto entre as localidades egípcias de Rashid e Baltim, uma área pouco povoada desde a qual costumam sair embarcações que levam ilegalmente os emigrantes, a maioria com rumo ao litoral despesas judiciais italianas.

Entre os emigrantes resgatados se encontravam quatro marinheiros que foram detidos. No entanto, os proprietários da embarcação e outras pessoas envolvidas no tráfico de pessoas continuam fugindo. EFE

mv-se/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos