Motorista de ônibus agredido por desconhecido morre na Austrália

(Atualiza com declarações e dados da vítima)

Sydney (Austrália), 28 out (EFE).- As autoridades da Austrália confirmaram a morte do motorista do ônibus ao qual um desconhecido ateou fogo nesta sexta-feira, após jogar um líquido inflamável, em um ponto de ônibus da cidade de Brisbane, no nordeste da Austrália.

"Tinha muito poucas possibilidades (de sobreviver)", explicou à imprensa o superintendente da Polícia do estado de Queensland, Jim Keogh, segundo a emissora estatal "ABC".

A vítima foi identificada como Manmeet Alisher, de 29 anos, membro da comunidade indiana de Brisbane.

"Foi sorte que todo o ônibus não tenha pegado fogo, onde estavam outras cinco pessoas, além do motorista", afirmou o policial.

O superintendente acrescentou que uma pessoa de 48 anos de idade foi detida e descartou que o ataque tenha ligações com o terrorismo islâmico.

"Um motorista de ônibus dedicado a seu trabalho, contribuindo para a comunidade, perdeu a vida em um ato desnecessário e sem sentido", declarou Keogh.

Os amigos da vítima diziam que era muito sociável, e queria fazer carreira como ator e cantor.

Os órgãos de segurança australianos detiveram este mês em Sydney dois adolescentes armados com facas que planejavam cometer um ataque jihadista inspirado no Estado Islâmico (EI).

O governo da Austrália elevou em 2014 o alerta terrorista perante o aumento de jovens tentados pelo extremismo islâmico que se envolvem em atentados em solo australiano ou que tentam sair do país para combater no Oriente Médio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos