Ataque da guerrilha curda mata 3 soldados no sudeste da Turquia

Istambul, 29 out (EFE).- Três soldados morreram e cinco ficaram feridos em um ataque do proscrito Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK), a guerrilha curda, na província de Hakkari, no extremo sudeste da Turquia.

Um grupo da guerrilha atacou com morteiros uma patrulha militar no município de Çukurca, situado na montanhosa região fronteiriça com o Iraque, informou a emissora "CNNTÜRK".

Três soldados morreram e cinco ficaram feridos no ataque, um deles de forma grave, em uma região onde os combates entre a guerrilha e o Exército são quase diários há meses.

Na quinta-feira, dois militares morreram em diferentes incidentes na mesma província, onde a aviação turca lança frequentemente bombardeios aéreos contra posições da guerrilha.

O PKK e o Estado turco suspenderam em julho de 2015 um cessar-fogo que tinha durado mais de dois anos e meio, e desde então morreram mais de 500 agentes de segurança turcos e milhares de guerrilheiros, mas também centenas de civis, em confrontos, bombardeios e atentados.

O PKK, considerado organização terrorista por União Europeia, Estados Unidos e Turquia, iniciou sua luta armada em 1984 a favor de mais direitos da minoria curda no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos