Explosão mina ao sudoeste da China deixa 33 trabalhadores presos

Pequim, 31 out (EFE).- Uma explosão de gás em uma mina de carvão ao sudoeste da China, no município de Chongqing (centro), deixou 33 mineiros presos em seu interior, segundo as autoridades locais.

A explosão aconteceu às 11h30 local (1h30, em Brasília) na mina de Jinshangou, na cidade de Laisu, no distrito de Yongchuan, quando 35 mineiros trabalhavam nela.

Dois deles foram resgatados, mas por enquanto os 33 restantes continuam presos. Equipes de resgate foram à zona do fato e tentam tirar os mineiros.

A insegurança em algumas minas é uma das denúncias frequentes na China, com 171 mortos em acidentes em 45 minas de carvão no ano passado, segundo números da Administração Nacional de Energia.

Perante o excesso de capacidade da indústria, sobretudo da do carvão e o aço, a China se propôs a fechar neste ano mais de mil minas de carvão obsoletas, com uma produção total de 60 milhões de toneladas.

No entanto, muitos acidentes no país ocorrem em jazidas que operam ilegalmente e que não contam com as medidas de segurança mais básicas, e que seguem operando apesar do plano de Pequim de reduzir a produção de carvão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos