Bombardeios e disparos do EI no nordeste sírio deixam pelo menos 28 mortos

Beirute, 29 nov (EFE).- Pelo menos 28 pessoas morreram ontem em bombardeios de aviões de guerra desconhecidos e disparos de artilharia do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) contra a cidade de Deir ez Zor, no nordeste da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos nesta terça-feira.

Das vítimas, pelo menos 22 vieram a óbito depois de ataques aéreos contra o bairro de Al Hamidiyah, controlado pelo EI, em Deir ez Zor. As outras seis pessoas morreram atingidas por fogo de artilharia dos extremistas contra áreas dominadas pelos soldados governamentais sírios na cidade, como Al Yura, Al-Qusayr e Harabesh.

Quase toda a província de Deir ez Zor, na fronteira com o Iraque, está em poder do EI, exceto alguns distritos da o aeroporto militar, em poder do Exército sírio. A região costuma ser bombardeada pelas aviações da Síria e da Rússia, assim como a coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

O EI proclamou um califado na Síria e no Iraque em junho de 2014, onde tomou partes do norte e o centro de ambos os países.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos