Autoridades suspendem buscas por avião da Malaysia Airlines

Bangcoc, 17 jan (EFE).- As autoridades da Malásia, Austrália e China anunciaram nesta terça-feira a suspensão pela busca do avião de Malaysia Airlines, que desapareceu no Oceano Índico, com 239 pessoas a bordo, em 2014.

As equipes não conseguiram localizar os destroços da aeronave após buscar em uma área de 120 mil km² no sul do Índico, disseram as autoridades dos três países em um comunicado.

"Apesar de todos os esforços, usando a melhor ciência disponível, tecnologia de ponta e a assessoria dos melhores profissionais do mundo, e infelizmente não conseguimos localizar a aeronave", diz a nota.

"Por tanto, a busca submarina do MH370 foi suspensa", afirma o anúncio assinado pelo ministro do Transporte da Malásia, Liow Tiong Lai, e seus colegas australiano, Hon Darren Chester, e chinês, Li Xiaopeng.

"Aproveitamos esta oportunidade, mais uma vez, para honrar a memória daqueles que perderam suas vidas e reconhecer a enorme perda sentida por seus entes queridos. Continuamos esperançosos de que novas informações no futuro e o avião será localizado", afirmaram.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines desapareceu no dia 8 de março de 2014, cerca de 40 minutos depois de decolar de Kuala Lumpur com destino a Pequim, e depois que alguém desligasse os sistemas de comunicação e virasse o avião.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos