Ataque jihadista no Mali deixa 9 soldados mortos e 8 desaparecidos

Bamaco, 12 jul (EFE). - Ao todo, nove soldados do Mali morreram e oito estão desaparecidos após um ataque jihadista realizado na última segunda-feira na região de Ménaka, no nordeste de Mali, informaram à Agência Efe nesta quarta-feira fontes de segurança.

A ação foi contra uma patrulha das forças malineses na localidade de I-n-Kadagotan, cerca de 60 quilômetros de Ménaka. Após o ataque, dez soldados tinham desaparecido, mas dois conseguiram escapar e andar 85 quilômetros a pé até chegar a Ménaka.

Os terroristas ainda conseguiram roubar quatro veículos que foram vistos mais tarde por moradores de Talataye, zona rural e de difícil acesso, considerado refúgio de terroristas e traficantes de droga.

A situação no Mali é instável desde o golpe de Estado de 2012, quando grupos tuaregues rebeldes, junto com organizações jihadistas, tomaram o controle do norte do país por dez meses, até que teoricamente foram expulsos graças a uma intervenção internacional encabeçada pela França em janeiro de 2013.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos