Navio militar camaronês naufraga; 34 soldados estão desaparecidos

Em Yuandé

Trinta e quatro soldados do Batalhão de Intervenção Rápida do Exército de Camarões estão desaparecidos após o naufrágio do seu navio na costa da península de Bakassi, onde só puderam ser resgatados três dos militares, informou nesta segunda-feira (17) o ministério da Defesa do país.

O naufrágio ocorreu no domingo (16) perto da localidade de Debunsha, muito próxima à fronteira com a Nigéria, devido às más condições meteorológicas, segundo o governo.

A embarcação transportava 37 soldados, três dos quais conseguiram ser resgatados com vida pela brigada de emergências, que conseguiu encontrar o local do acidente seguindo as marcas de combustível deixadas pela embarcação, que além disso levava cinco caminhões.

O barco pode ter afundado pelo excesso de carga, explicaram fontes do Exército consultadas pela Agência Efe.

O Batalhão de Intervenção Rápida é uma força de elite formada por 30 mil soldados que atua sob ordens diretas do presidente do país e é especializada na luta contra o crime organizado nas regiões de selva da fronteira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos