Myanmar atribui ao mau tempo o acidente de avião que causou 122 mortes

Bangcoc, 19 jul (EFE).- As autoridades de Myanmar atribuíram ao mau tempo o acidente de um avião militar de carga que caiu no mês passado no mar de Andaman com 122 pessoas a bordo, informou nesta quarta-feira a imprensa estatal.

A investigação liderada pelo exército birmanês chegou a esta conclusão após analisar os dispositivos de registro de dados de voo e de voz da cabine, segundo o jornal "Global New Light of Myanmar".

O aparelho, um Y-8F-200 de fabricação chinesa, saiu no dia 7 de junho de Myeik, no sul do país, para Rangum, a antiga capital, e desapareceu do radar após ter percorrido 100 quilômetros perto de Dawei.

Especialistas australianos e chineses participaram da investigação que, com base no registro dos dados de voo, concluiu que não houve disfunções nos equipamentos de nenhuma parte do avião na hora do acidente, segundo o jornal.

A caixa preta também revelou que o avião se viu submetido a um vento cruzado cuja intensidade foi aumentando, o que acabou provocando a perda de controle do aparelho que caiu no mar, acrescentou o jornal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos