ONG diz ter encontrado 13 imigrantes mortos em barco no Mar Mediterrâneo

Roma, 25 jul (EFE). - Ao todo, 13 imigrantes foram achados mortos nesta terça-feira em uma embarcação à deriva na parte central do Mar Mediterrâneo e que transportava 167 pessoas, informou a ONG Proactiva Open Arms.

O fundador da organização, Òscar Camps, afirmou inicialmente no Twitter ter encontrado 11 corpos, mas algum tempo depois o grupo informou na mesma rede social que eram 13 as vítimas. A Proactiva Open Arms fez um apelo aos governos da União Europeia para administrar o fluxo migratório e questionou quem se responsabilizará pelas vidas perdidas.

"13 cadáveres ao todo. Pessoas que tinham nome, sobrenome, mãe, pai, amigos e vida", escreveu a organização na página.

A ONG Save the Children também informou hoje que regatou 70 migrantes que viajavam rumo ao litoral europeu em uma pequena embarcação.

O fluxo migratório irregular para a Itália continua alto e somente ontem foram resgatadas cerca de 600 pessoas em seis operações diferentes.

Só neste ano, 93.417 imigrantes desembarcaram em portos do sul da Itália, a maioria da Líbia, conforme dados do governo italiano.

No resgate e na transferência destas pessoas aos portos da Itália participam 15 ONG de vários países que hoje se reúnem com o ministro do Interior italiano, Marco Minniti, para estudar um código de conduta apoiado pela União Europeia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos