Ucrânia corta eletricidade de todo território controlado por rebeldes

Kiev, 26 jul (EFE).- A Ucrânia cortou nesta quarta-feira todo o fornecimento de energia elétrica aos territórios do leste do país controlados pelos separatistas pró-Rússia, mas assegurou que essas áreas estão há tempos sem consumir eletricidade das centrais ucranianas.

O corte aconteceu à meia-noite de hoje, segundo escreveu Vsevolod Kovalchuk, chefe da Ukrenergo, o monopólio energético ucraniano, em seu perfil no Facebook.

As autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk (RPD e RPL) "não consomem energia elétrica produzida nos territórios controlados pela Ucrânia", explicou Kovalchuk.

A demanda elétrica das áreas separatistas, segundo acrescentou, "é coberta pelas centrais Starobeshkavska e Zuyevska", situadas no seu território, "e com provisões da Rússia ".

As autoridades do chamado Ministério de Energia da RPD declararam a meios de comunicação russos que a decisão de Kiev não afetará a população, uma vez que "a república não depende da Ucrânia no âmbito energético".

Em abril deste ano a Ucrânia já cortou o fornecimento de energia elétrica a Lugansk, supostamente pela dívida dos rebeldes com a Ukrenergo.

A Rússia assumiu então as provisões de eletricidade à LPD e acusou Kiev de dar mais um passo na transferência de seus territórios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos