PUBLICIDADE
Topo

China descarta que tremor na Coreia do Norte se deva a teste nuclear

23/09/2017 17h43

O CENC (Centro Nacional de Terremotos da China) descartou possibilidade de que o tremor que sacudiu a Coreia do Norte neste sábado (23) tenha sido causado por um teste nuclear do regime de Pyongyang.

"Não foi detectada qualquer onda sonora, que normalmente é gerada no caso de terremoto artificial", afirmaram especialistas do CENC, citados pela agência estatal de notícias "Xinhua".

Apesar de em um primeiro momento o organismo ter afirmado que o tremor de terra teria, provavelmente, sido causado por uma explosão, os estudiosos voltaram a analisar os registros infrassônicos e concluíram que o abalo foi natural.

O terremoto aconteceu às 17h09 (horário da Coreia do Norte, 5h29 em Brasília), em Kilchu (província de Hamgyong Norte), onde fica a base nuclear usada por Pyongyang para fazer o sexto teste atômico.

Tanto a Coreia do Sul quanto a CTBTO (Organização do Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares), vinculada à ONU (Organização das Nações Unidas) disseram que a atividade sísmica na Coreia do Norte foi natural.

A relação entre Coreia do Norte e Estados Unidos ficou mais acirrada nos últimos dias e havia o temor de que o terremoto fosse um novo teste do governo de Pyongyang.