Soldado israelense morre esfaqueado em ataque no sul do país

Jerusalém, 1 dez (EFE).- Um soldado israelense de 19 anos morreu após ser esfaqueado na cidade sulina de Arai, informou nesta sexta-feira o exército de Israel, que qualificou o incidente como "ataque terrorista".

O jovem Ron Itzjak Kukia foi apunhalado quando estava em um ponto de ônibus próximo a um shopping da cidade.

Uma porta-voz do exército afirmou à Agência Efe que o incidente "está sob investigação" e garantiu que se tratou de um atentado, embora não tenha dado mais informações dados sobre a identidade ou a quantidade de agressores.

O porta-voz da polícia, Mickey Rozenfeld, afirmou que após o ataque foi acionado um dispositivo para varrer a região em busca de dois suspeitos, que fugiram do local, e acrescentou que haviam sido colocadas barricadas e "aumentado as medidas de segurança" na área.

Uma testemunha no local do ataque disse ao jornal "Yedioth Ahronoth" que "alguém se aproximou do soldado por trás e o esfaqueou. Eu o vi jogado no chão. Meu amigo me chamou quando passou, tentou deter a hemorragia com uma toalha".

Os paramédicos fizeram reanimação cardiopulmonar na ambulância, mas o soldado morreu antes de chegar ao hospital, segundo informou um membro do serviço Maguen David Adom (Estrela de David Vermelha) à emissora pública de televisão "Kan".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos