Acidente de helicóptero deixa 4 mortos no oeste da Índia

Nova Délhi, 13 jan (EFE).- Pelo menos quatro pessoas morreram neste sábado e três permanecem desaparecidas após um acidente envolvendo um helicóptero civil perto da cidade de Bombaim, no oeste da Índia, informaram fontes oficiais.

O aparelho, em que viajavam cinco trabalhadores da companhia petroleira estatal indiana ONGC e dois pilotos da companhia aérea Pawan Hans, desapareceu após decolar de Bombaim às 10h30 (horário local, 3h de Brasília), e seus destroços foram localizados duas horas depois, 40 milhas náuticas mar dentro, afirmou no Twitter a Guarda Costeira da Índia.

Dois dos quatro mortos foram identificados como trabalhadores da ONGC graças aos documentos de identidade que levavam, acrescentou a fonte.

A Guarda Costeira também declarou na rede social que a operação de rastreamento ainda continua e nela participam cinco barcos, dois aviões e dois helicópteros.

O helicóptero da companhia Pawan Hans decolou do aeroporto de Juhu, situado em pleno coração da capital financeira da Índia, e deveria ter chegado a uma instalação da ONGC menos de meia hora depois.

Em abril de 2011, um helicóptero civil dessa mesma companhia se incendiou pouco antes de aterrissar na cidade indiana de Tawang (nordeste), causando a morte de 17 pessoas.

Apenas um mês depois, outro aparelho da Pawan Hans sofreu um acidente no qual morreram cinco pessoas, entre elas o primeiro-ministro da região indiana de Arunachal (nordeste).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos