Tribunal sul-coreano condena "Rasputina" a 20 anos de prisão

Em Seul

  • Yonhap/AFP Photo

    Choi Soon-sil, a "Rasputina", na chegada ao tribunal em Seul para ouvir a sentença

    Choi Soon-sil, a "Rasputina", na chegada ao tribunal em Seul para ouvir a sentença

Um tribunal da Coreia do Sul condenou nesta terça-feira (13) a 20 anos de prisão Choi Soon-sil, apelidada de "Rasputina", por causa de seu papel no esquema de corrupção que escandalizou o país asiático e custou o posto da ex-presidente Park Geun-hye.

Choi, de 61 anos e amiga íntima de Park, tinha 18 acusações, entre elas abuso de poder, coação e suborno, pelos quais a Promotoria tinha solicitado uma pena de 25 anos.

A "Rasputina" foi detida em novembro do ano passado ao ser considerada a impulsora de um amplo esquema de corrupção e tráfico de influência, através da qual interveio em assuntos de Estado e extorquiu dinheiro de mais de meia centena de empresas para se apropriar de parte deles.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos